NOTÍCIAS  
   
 
 
 

Grupo de Trabalho Infraestrutura Verde estuda metodologia de valoração do PSA


Foto: Arte - Antonio Mendes

Integrantes do GT debatem a valoração da metodologia do pagamento por serviços ambientais


08-05-2019

O Comitê Guandu-RJ realizou ontem, 07, em sua sede em Seropédica/RJ, a segunda reunião do Grupo de Trabalho Infraestrutura Verde. O objetivo é contribuir para o ganho de escala da restauração e conservação de floresta na Região Hidrográfica do Guandu, com a implantação de soluções baseadas na natureza, visando a gestão dos recursos hídricos. O GT contribuiu na elaboração da agenda verde do Plano Estratégico de Recursos Hídricos do Guandu e agora está trabalhando na revisão do Programa de PSA.

Participaram desta segunda reunião a A Engenheira Florestal e Diretora Executiva do Comitê Guandu-RJ, Andreia Loureiro; Os Engenheiros Florestais Ciro Moura (INEA), Alan Abreu (CEDAE), Gabriela Teixeira (AGEVAP) e Mateus Ambrósio (ONG Crescente Fértil); o Engenheiro Agrônomo da The Nature Conservancy, Hendrik Mansur; a Analista de Soluções Baseadas na Natureza do Grupo Boticário, Juliana Baladelli Ribeiro; e a Analista de Projetos Ambientais do Grupo O Boticário, Juliane Freitas.

Uma das pautas de estudo foi a alteração da metodologia de valoração do PSA. A ideia de alteração da metodologia vigente se deu pela percepção da necessidade de um olhar detalhista e de maneira integral da propriedade rural, considerando que as áreas destinadas à produção agropecuária, quando bem manejadas, também fornecem serviços ambientais. Apesar da nova metodologia de valoração ainda não estar concluída, a expectativa é aumentar o estímulo da adoção de práticas conservacionistas por parte dos produtores rurais, visando maximizar a provisão dos serviços ambientais e seus consequentes benefícios. Após a revisão do PRO-PSA, o GT tem como meta contribuir para criação do Plano Diretor Florestal previsto no Plano Estratégico de Recursos Hídricos do Guandu.

A utilização de Infraestrutura Verde na promoção da segurança hídrica é uma alternativa sustentável e amigável ao meio ambiente. O principal objetivo é aproveitar os benefícios hidrológicos fornecidos por áreas naturais, como por exemplo a infiltração de água no solo e a regulação do clima. Para isso, a conservação e a restauração da paisagem natural, como florestas, banhados e áreas de inundação, são componentes essenciais. A Comunicação sobre a Infraestrutura Verde da Comissão Europeia descreve-a como um instrumento que permite obter benefícios ecológicos, econômicos e sociais através de soluções baseadas na natureza. Ou seja, é uma rede de zonas naturais e seminaturais, que incorpora espaços verdes e presta serviços ecossistêmicos, em que se baseiam o bem-estar e a qualidade de vida.

A próximo encontro do grupo de trabalho infraestrutura verde está marcado para o dia 18 de junho, na sede do Comitê.

COMUNICAÇÃO COMITÊ GUANDU
Telefone: (21) 3787 3729
E mail: comunicacao.guandu@agevap.org.br

 
   
     
  Outras notícias  
     
 
     
  Mais Notícias »  
     
 
Atendimento ao Público / Correspondências
Avenida Ministro Fernando Costa, 775 (sala 203)
Fazenda Caxias - Seropédica/RJ - CEP 23895-265
(Altos da Farmácia Universitária)
APA Guandu / CAR / Reuniões do Comitê
Rodovia BR 465, km 7 (Campus da UFRRJ)
Prédio da Prefeitura Universitária
Seropédica/RJ - CEP 23897-000
   
Tel: (21) 3787 3729
E-mail:guandu@agevap.org.br
       
Facebook Twitter