NOTÍCIAS  
   
 
 
 

Saneamento Rural é apresentado às prefeituras da Região Hidrográfica II


Foto:

Daiana Gelelete (AGEVAP) apresenta o Saneamento Rural para Cezar Melo, prefeito de Japeri


03-07-2019

Com o objetivo de apresentar o projeto Saneamento Rural e ainda convidar as administrações municipais para fazerem parte das ações, especialista em recursos hídricos do Comitê Guandu-RJ e a equipe do Consórcio Profill/TSA estão percorrendo a Região Hidrográfica II que abrange total ou parcialmente os municípios de Itaguaí, Seropédica, Queimados, Japeri, Paracambi, Engenheiro Paulo de Frontin, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Miguel Pereira, Vassouras, Piraí, Rio Claro, Mangaratiba, Mendes e Barra do Piraí.

Durante o encontro, Daiana Gelelete, Engenheira Ambiental e Especialista em Recursos Hídricos da AGEVAP; Filipe Franz Teske, Engenheiro Ambiental do Consórcio Profill/TSA e Nilson Lopes, Coordenador Sociólogo do Consórcio Profill/TSA, apresentam a prefeitos e secretários os objetivos e os ganhos esperados pelo Saneamento Rural nos municípios, além da busca pelo comprometimento do poder público municipal como ator fundamental para o sucesso do projeto."Os municípios possuem o importante papel de serem os atores de mobilização das comunidades que serão beneficiadas pelo projeto e a grande fonte de informações para o desenvolvimento do estudo. Para entender quais são as necessidades de cada localidade precisamos do olhar de quem vive a realidade, por isso, é imprescindível o apoio das Prefeituras para a construção do Saneamento Rural", explicou Daiana Gelelete.

Semana passada, foram visitadas as prefeituras de Queimados, Japeri, Seropédica, Paracambi e Mangaratiba. Nesta semana é a vez dos municípios de Engenheiro Paulo de Frontin, Rio Claro, Barra do Piraí, Vassouras, Mendes e Miguel Pereira. Nova Iguaçu e Piraí receberão a visita dos especialistas na segunda semana de julho. O encontro é uma oportunidade dos prefeitos e secretários municipais entenderem a importância do projeto para a população e também firmarem o compromisso da sua participação, tão importante para o sucesso das ações. A prefeitura de Queimados foi a primeira a receber os representantes do projeto e a Secretária Municipal do Ambiente e Defesa dos Animais, Gabriela Lycurgo nos conta o que achou:

“O Projeto de Saneamento Rural do Comitê Guandu-RJ, é importantíssimo pois vai promover soluções de saneamento básico nas áreas mais carentes de infraestrutura de saneamento, aumentando, com a sua execução, a qualidade de vida atual e futura dos habitantes. Sabemos que, ao facilitar o acesso à água de boa qualidade, viabilizar a coleta e tratamento de esgoto e promover ações de controle e prevenção de doenças, estamos investindo em saúde. É um orgulho para o Município de Queimados estar participando efetivamente desse projeto, que vai possibilitar a transformação da vida das pessoas com ações de saneamento.”

Segundo o Plano Estratégico de Recursos Hídricos do Comitê Guandu-RJ, atualizado em 2018, quase 70 mil pessoas vivem em zonas rurais na Região Hidrográfica II. O número é maior quando consideramos as regiões periurbanas, que mesclam urbano e rural. Essa população e as atividades desenvolvidas nestas regiões afetam diretamente a qualidade da água e a disponibilidade hídrica. Por isso, o projeto irá diagnosticar as necessidades de esgotamento sanitário priorizando a universalização do atendimento e as alternativas mais adequadas ambiental e economicamente, hierarquizando ainda, por ordem de prioridades as áreas.

Cezar Melo prefeito de Japeri/RJ, falou sobre o projeto: “O importante é tirar do papel e transformar o estudo em melhoria da qualidade da água para que o problema do esgoto nas áreas rurais não chegue a contaminar os rios. O Comitê Guandu, com o Saneamento Rural, chegou para sanar o problema da falta de projetos por parte das Prefeituras, de forma que o Governo Federal possa liberar recursos para a execução de obras que beneficiem a população”

No final do levantamento, será elaborado o projeto básico e executivo com toda metodologia, custo e avaliação de impactos. A contratação, no valor de R$1.551.858,38, se deu por ato convocatório, similar a uma licitação, que considerou técnica e preço.  Valor será pago pelo Comitê Guandu-RJ, sem contrapartidas. O recurso é proveniente da cobrança pelo uso da água, prevista na lei 9433/97.

A subsecretária do Ambiente de Japeri, Meire Lucy, nos contou quais as expectativas para o Saneamento Rural: “Quando Japeri começar a receber a visita dos técnicos para caminhar juntos com a equipe da Prefeitura, os produtores rurais vão perceber o quanto este projeto é importante, inclusive para a saúde pública. Se a área não tem saneamento, eles acabam sendo afetados por doenças”, diagnosticou.

 
   
     
  Outras notícias  
     
 
     
  Mais Notícias »  
     
 
Atendimento ao Público / Correspondências
Avenida Ministro Fernando Costa, 775 (sala 203)
Fazenda Caxias - Seropédica/RJ - CEP 23895-265
(Altos da Farmácia Universitária)
APA Guandu / CAR / Reuniões do Comitê
Rodovia BR 465, km 7 (Campus da UFRRJ)
Prédio da Prefeitura Universitária
Seropédica/RJ - CEP 23897-000
   
Tel: (21) 3787 3729
E-mail:guandu@agevap.org.br
       
Facebook Twitter